À medida que cresce o nível de concorrência no e-commerce português, a utilização de ferramentas de análise de preço tornou-se indispensável para retalhistas e marcas.

  • Para se manterem competitivas, as empresas precisam de acompanhar os preços praticados pelos seus concorrentes diretos
  • O Pricebench é a ferramenta de análise de preço que recolhe e trata automaticamente os PVP do e-commerce português
  • Existem 7 vantagens principais em recorrer a uma ferramenta de análise de preço

As plataformas de comparação de preços online estão hoje mais disseminadas do que nunca. Com apenas alguns cliques, os consumidores podem comparar preços e outras informações rapidamente e escolher a opção mais barata.

E se esta mesma informação estivesse disponível para retalhistas e marcas online?

O que é uma ferramenta de análise de preço?

Uma ferramenta de análise de preço, como o Pricebench, compara os preços dos produtos numa loja online contra os valores práticos pelos concorrentes diretos.

Como resultado, apresenta de uma forma simples e visual os produtos com preços mais desfasados da concorrência, para que o gestor de e-commerce possa tomar decisões e apresentar um PVP competitivo.

Com o Pricebench também é possível detetar produtos da concorrência em promoção e identificar os artigos que são vendidos por outras empresas e que não estão disponíveis na sua loja online.

Tudo isto sem necessidade de formação estatística, facilmente compreensível por todos.

Vantagens de utilizar ferramentas de análise de preço

Num mercado competitivo, recorrer a uma ferramenta de análise de preço confere ao gestor de e-commerce 7 vantagens essenciais.

1. Acompanhe os preços praticados pelos concorrentes e pelos revendedores

A principal razão para usar uma ferramenta de acompanhamento de preço é que permite definir preços competitivos e não perder oportunidades comerciais.

Para gerir preço é necessário primeiro ter informação atualizada dos valores praticados pelo mercado. Num contexto de cada vez maior competitividade, com o número de players a aumentar, a variedade de gama a crescer e várias alterações de preço por dia no mesmo artigo, esta é uma tarefa a automatizar para libertar esforço da equipa comercial.

Por outro lado, para as marcas é fundamental acompanhar os preços praticados pelos revendedores, para garantir que os PVP praticados estão em linha com as políticas estabelecidas.

É aqui que entra o Pricebench, que trata da recolha e análise dos preços da concorrência de forma automática.

2. Analise a posição dos seus produtos face às outras lojas

Tanto em lojas físicas como em e-commerce, a decisão de compra da maioria dos clientes depende do preço. Hoje, 20% dos consumidores iniciam as pesquisas em sites de comparação de preços e identificam o que tem uma oferta mais competitiva, selecionada em 90% dos casos. [1]

Dada a enorme importância do fator preço, é fundamental acompanhar os valores praticados pela concorrência. Um e-seller com uma gama abrangente ou que atue em mercados altamente competitivos em que os PVP estão em constante mudança, necessita de uma ferramenta de análise de preços como o Pricebench.

Para que uma loja online se consiga manter competitiva, é necessário responder a questões como:

  • Com que concorrentes devo comparar preços?
  • Os meus produtos são comparáveis com os dos meus concorrentes?
  • Que produtos comparáveis são mais caros ou mais baratos do que os dos meus concorrentes diretos?
  • Que produtos vendem os meus concorrentes que não estão disponíveis na minha loja online?

Para manter um preço competitivo é necessário que responder a estas questões seja um processo contínuo, baseado em informação precisa.

O Pricebench analisa a posição dos seus produtos face às outras lojas e apresenta os dados de forma a que seja possível tomar decisões de preço como: decidir novos PVP, colocar artigos em promoção ou acrescentar SKU à gama.

3. Conheça a competitividade no sector

A competitividade de um dado setor ou categoria de produtos depende da elasticidade da procura – o impacto que a variação de preço tem na quantidade vendida.

Se uma redução de preço levar a um aumento de consumo considera-se que o mercado é elástico e por isso competitivo. Se a quantidade vendida se mantiver estável à medida que o preço baixa (ou sobe) estamos perante uma situação de reduzida elasticidade (um mercado pouco competitivo), o que se verifica por exemplo em situações de monopólio.

Para tomar decisões de preço, é essencial definir o grau de competitividade de cada setor em que atua, o que pode fazer testando alterações de preço. Analisar o resultado desses testes de forma fiável exige a ferramenta de análise certa.

O Pricebench veio simplificar a análise e recolha de preços de mercado, resumindo o posicionamento da marca de forma muito visual para facilitar a tomada de decisões. Para simplificar a análise, a análise é feita apenas em produtos comparáveis (com as mesmas especificações) e contra um conjunto limitado e parametrizável de concorrentes chave.

4. Identifique oportunidades de aumento de margem

O preço é a variável com maior impacto no resultado obtido por um retalhista. Segundo um estudo da consultora Mckinsey, uma alteração de preço de 1% tem um impacto de 6% em margem, o que faz do preço uma ‘alavanca’ de margem superior a qualquer redução de custos fixos ou variáveis [2].

Com uma ferramenta de análise de preços, passa a ser possível identificar em tempo real oportunidades para aumentar ou reduzir preços, por forma a obter um PVO competitivo e que proteja as margens de lucro de cada produto.

Conhecer o valor praticado pela concorrência em cada momento, e ajustar o preço para se manter sempre competitivo, é o primeiro passo para aumentar margens de lucro sem ter de cortar custos.

5. Tome decisões de preço mais informadas

É impossível rastrear manualmente os preços definidos por cada concorrente em todos os produtos, a todos os momentos.

O ambiente digital favorece a proliferação de novos concorrentes – acompanhá-los a todos sem recurso a uma ferramenta de análise automática é um processo propício a erros e que desperdiça o capital humano de uma organização.

Com o Pricebench, é possível acompanhar com precisão não só os preços, mas também os produtos em promoção e os artigos disponíveis noutras lojas online que atualmente não estão presentes na sua.

Esta capacidade analítica estende-se não apenas a um, mas vários concorrentes chave, que pode parametrizar com um clique.

A partir desse momento, passa a ter informação simples, visual e acionável com a qual pode tomar decisões informadas.

6. Crie uma base de crescimento

Para crescer são necessárias ferramentas que simplifiquem tarefas manuais e automatizem processos.

Ao automatizar o acompanhamento da concorrência, liberta tempo dos recursos humanos para tarefas de valor acrescentado – como decidir sobre os preços, em vez de os recolher.

O Pricebench acompanha preços e promoções em tempo real de concorrentes selecionados em 14 categorias, de informática a vinhos. Ao fornecer informação atualizada sobre o preço da concorrência, suporta com dados a estratégia de crescimento do e-commerce – seja de conquista de quota de mercado, de seguimento de um concorrente ou de lançamento de novos produtos.

7. Melhore a perceção que o consumidor tem da marca

Para muitos clientes, o preço determina a primeira impressão do produto e da marca. Para a generalidade dos consumidores, preço é sinónimo de valor [3].

Muitas vezes, preços mais elevados criam a perceção de exclusividade (como no caso da Apple). Por outro lado, nem sempre praticar preços mais baixos se traduz num sentimento de baixa qualidade. Pelo contrário, perante o que consideram um “achado”, a perceção de valor obtido pelos consumidores aumenta.

Como definir então o PVP certo para cada marca e produto? Os consumidores criam preços de referência com o tempo, à medida que são expostos aos valores praticados pela concorrência [4].

Quando vemos um novo preço, comparamos com o preço de referência que temos de experiências passadas. São os preços praticados pela concorrência que determinam a forma como percecionamos o preço que temos à nossa frente.

Sempre atualizado com os últimos preços e promoções da concorrência, o Pricebench reduz o desalinhamento entre os seus preços e os da concorrência – e que pode prejudicar a perceção que os consumidores têm da marca.

Gerir uma loja online em Portugal é hoje mais complexo do que nunca. Os consumidores estão mais exigentes e menos fidelizados, mais disponíveis a trocar de fornecedor por uma oferta melhor. Para reagir, os e-sellers precisam de acompanhar os preços de mercado, algo que só é possível com recurso a uma ferramenta de análise de preço. O Pricebench é a referência no e-commerce português, a recolher e analisar preços desde 2014.

Fontes:

  1. https://cedcommerce.com/blog/product-pricing-strategies-e-commerce/
  2. https://www.mckinsey.com/business-functions/marketing-and-sales/our-insights/pricing-the-next-frontier-of-value-creation-in-private-equity
  3. https://www.bain.com/insights/elements-of-value-interactive
  4. https://prisync.com/blog/price-perception/

Pin It on Pinterest